top of page

As bambinas e os samurais brasileiros: uma saga migratória

Autoria: Maria Gravina Ogata


O livro “As bambinas e os samurais brasileiros: uma saga migratória” apresenta o relato das inúmeras aventuras migratórias vividas pela família da autora no Brasil. Trata da saga dos imigrantes italianos e japoneses cujos caminhos se cruzaram na cidade de São Paulo, passando por várias gerações até a chegada dos seus netos, que são fruto da mistura de etnias, algo muito comum no Brasil. São retratados aspectos históricos referentes às diásporas migratórias do final do século XIX, de todo o século XX e do início deste século XXI.

Este ensaio ilustra os momentos cruciais que os brasileiros têm vivido, mostrando como uma nação, que recebeu muitos imigrantes, está se tornando um país de emigração, de onde muitos saem em busca de novos horizontes e de melhores condições de vida.

Dentre as principais conclusões desta obra podem ser destacados os seguintes temas: a demora na mistura de imigrantes com os brasileiros, a importância da família e do casamento, a dificuldade de retornar ao país de origem, a relevância da educação como forma de crescimento social e econômico, bem como a eficiência do Brasil em forjar sua brasilidade. Em um contexto mais amplo, este ensaio histórico-social trata de um tema que envolve os Estados nacionais e suas fronteiras, cujas funções estão em constante mutação neste mundo globalizado. Embora a migração venha sendo considerada uma ameaça à segurança desses Estados, este documento mostra o quão positivas têm sido as mudanças culturais, sociais e econômicas decorrentes dos processos migratórios.



 

OGATA, Maria Gravina. As bambinas e os samurais brasileiros: uma saga migratória. São Paulo: Literare Books International, 2022.



bottom of page