top of page
Acervo colaborativo de atividades de acolhimento
Filtrar por público-alvo
Filtrar por categoria

Jogo

Imagem da Palavra

Crianças e jovens de idades variadas, Público em geral

Descrição:

Os jogadores, em roda, ficam de costas. Uma pessoa mediadora irá dizer uma palavra, ao escutar a palavra, os jogadores se viram com uma imagem corporal daquela palavra. Observando as semelhanças e diferenças das imagens feitas pelos colegas. Propõe-se, ainda, para além de dizer as palavras, que os participantes também sugiram palavras para que o grupo faça a imagem.

Materiais:

Espaço amplo.

Referências:

Jogos para atores e não atores (2012) - Augusto Boal

Jogo

Testa, Nariz, Queixo

Crianças e jovens de idades variadas, Público em geral

Descrição:

O jogo se assemelha ao jogo dos contrários, mas o enfoque aqui é o rosto. Uma pessoa coloca a mão na testa, nariz e queixo e as participantes seguem a fala da pessoa, a pessoa continua falando “testa”, “queixo”, “nariz”, mas muda a posição da mão para outras partes do rosto. Pode ser também jogado com palavras em outras línguas.

Materiais:

Espaço amplo.

Referências:

Jogos para atores e não atores (2012) - Augusto Boal

Jogo

O contrário de Jack / Jogo dos contrários

Crianças e jovens de idades variadas, Público em geral

Descrição:

Pede-se que o grupo ande pelo espaço, quando o mediador irá dizer alguns comandos a serem aprendidos: parar, andar, abaixar, pular. Após os comandos serem aprendidos durante o andar pelo espaço, os comandos virarão ao contrário, se o mediador disser: andar, o grupo deverá parar e vice-versa. Abaixar, o grupo deverá pular e vice-versa. Existindo ainda variação nos comandos como rolar e gritar. Este jogo pode ser uma forma divertida de se concentrar e aquecer o corpo, além da desmecanização.​​

Materiais:

Espaço amplo.

Referências:

Jogos para atores e não atores (2012) - Augusto Boal

Dinâmica

Rodada de boas notícias

Crianças e jovens de idades variadas, Público em geral

Descrição:

Essa é uma atividade de acolhimento para que possam ser compartilhadas as pequenas alegrias do cotidiano, seja a notícia de alguém que se vacinou, alguém que fez um bolo, assistiu a um filme, descobriu uma música ou algo diferente, uma boa descoberta científica, etc. Um exercício para se fortalecer e colher afetos, para assim conseguir uma potência maior de resistência. Esse tipo de atividade funciona bem no modo remoto, podemos contar por áudio, voz, chat e até mesmo por escrito.

Materiais:

Sem necessidade de materiais.

Referências:

(Não informado)

Manualidade

Livro de uma folha só

Ensino Fundamental 1 (6 a 11 anos de idade), Ensino Fundamental 2 (11 a 15 anos de idade), Ensino Médio (15 a 18 anos de idade), Crianças e jovens de idades variadas, Público em geral

Descrição:

Atividade versátil, de baixo custo, que consiste em fazer dobraduras até conseguir um "livrinho" a partir de uma folha A4.

Materiais:

Uma folha A4 e uma tesoura.

Referências:

Instruções passo a passo: aqui!

Jogo

Maquina de ritmos

Crianças e jovens de idades variadas, Público em geral

Descrição:

O objetivo do jogo é fazer uma máquina através do movimento e som. O que é uma máquina? Uma máquina possui uma engrenagem que se completa e precisa de um ritmo para funcionar, cada uma com sua função, se completando e um ritmo conjunto. Em roda, uma pessoa inicia ao centro com um som e um movimento repetitivo, logo outras pessoas irão completando a máquina com outros sons e movimentos, de forma que ao final seja uma só máquina com um só ritmo. O mediador pode pedir para que haja variação de tempo desse ritmo, e o grupo deverá acompanhar. Após a máquina genérica pode se fazer variações temáticas da máquina, como amor, depois ódio (temas contrastantes) ou temas sugeridos pelo grupo de participantes do jogo.

Materiais:

Espaço amplo.

Referências:

Jogos para atores e não atores (2012) - Augusto Boal

Jogo

Ninguém com Ninguém

Crianças e jovens de idades variadas, Público em geral

Descrição:

Em duplas, com uma pessoa ficando sempre de fora. Essa pessoa é a líder e indicará em voz alta, as partes do corpo com as quais as parceiras deverão se tocar, por exemplo: cabeça com cabeça (as parceiras deverão se tocar com a cabeça), pé direito com cotovelo esquerdo (o pé de uma parceira deverá tocar o cotovelo esquerdo do outro e vice-versa se for possível). Os contatos corporais são cumulativos, não se desfazendo até que se torne impossível obedecer novas instruções. As participantes podem fazer contatos sentados, em pé, deitados. Quando for impossível continuar, a líder dirá: “ninguém com ninguém” e todos trocam de duplas, a que sobrar vira líder.

Materiais:

Espaço amplo.

Referências:

Jogos para atores e não atores (2012) - Augusto Boal

Jogo

Contando Histórias:
Verdade ou Mentira

Ensino Fundamental 2 (11 a 15 anos de idade), Ensino Médio (15 a 18 anos de idade), Público em geral

Descrição:

Originalmente em duplas uma pessoa conta uma história para outra, após a contação a dupla irá contar as histórias para a turma. Entretanto, a dupla poderá mudar o autor da história e trocar as histórias contadas. A turma terá que descobrir se aquela história aconteceu realmente com aquela pessoa ou com sua dupla. É um jogo muito interessante para o dia a dia em sala de aula, tanto pela possibilidade de ouvir e contar histórias, como também para se introduzir debates relacionados as narrativas midiáticas.

Materiais:

Espaço amplo.

Referências:

Jogos para atores e não atores (2012) - Augusto Boal

Jogo

Batizado Mineiro

Crianças e jovens de idades variadas, Público em geral

Descrição:

No jogo Batizado Mineiro, presencialmente, em roda, cada pessoa vai ao centro e diz seu nome e uma característica/um adjetivo que possui, com um movimento e um ritmo diferentes. Quando todos fizerem, tenta-se lembrar a característica, som e o movimento com ritmo de cada pessoa. Para sua versão online, foi feita a seguinte alteração: se fala o nome com um movimento e ritmo diferentes, logo em seguida, todos repetiam. Aqueles e aquelas que sem câmera, podem participar apenas utilizando o microfone.

Materiais:

Para a versão tradicional, espaço amplo. Para versão online, microfone e ou câmera.

Referências:

Jogos para atores e não atores (2012) - Augusto Boal

bottom of page