top of page
Abrigos para imigrantes e refugiados e escolas públicas - Roraima e  Pacaraima 

Pesquisadora: Profa. Dra. Leila Adriana Baptaglin (Universidade Federal de Roraima - UFRR)

A Pesquisa de campo está vinculada ao Projeto de Pós- doutoramento: APRENDIZAGENS ARTÍSTICAS EM CONTEXTO DE MIGRAÇÃO: Ações de ensino/aprendizagem artísticas desenvolvidas nos abrigos de migrantes em Boa Vista - Roraima/Brasil, na Linha de pesquisa “Cultura e Saberes em Artes Cênicas” do Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas da Universidade de Brasília PPGCEN/ UnB, sob orientação da professora Luciana Hartmann.

imagem pesquisa Roraima1_edited.jpg
Oficina de Pintura com crianças venezuelanas no 
Abrigo Pricumã  -  Boa Vista/ RR

No século XXI os processos migratórios têm se intensificado e, no Brasil não é diferente. A partir de 2016-2017, Roraima foi um dos estados brasileiros que passou a receber um grande número de imigrantes/refugiados venezuelanos, o que vem impactando diretamente na estrutura organizacional da cidade. Desta forma, alinhada às investigações desenvolvidas no pós-doutoramento na Linha de pesquisa “Cultura e Saberes em Artes Cênicas” do Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas da Universidade de Brasília, esta investigação traz dados preliminares na perspectiva cultural e educacional a partir do momento em que busca “Analisar as metodologias de ensino/aprendizagem artística desenvolvidas nos abrigos de imigrantes/refugiados em Boa Vista - Roraima/Brasil”. Diante deste objetivo, o problema de pesquisa busca responder “Quais as metodologias de ensino/aprendizagem artística desenvolvidas nos abrigos de imigrantes/refugiados em Boa Vista - Roraima/Brasil?”. Entendemos assim, que a proposta de compreender as metodologias de ensino/aprendizagem artísticas desenvolvidas nos abrigos permitirão verificar, primeiramente, que ações já existem e como estão sendo desenvolvidas dentro dos abrigos.

Essa perspectiva é trabalhada junto à Rede Infâncias Protagonistas que desenvolve o projeto “Infâncias protagonistas: uma proposta colaborativa de criação de políticas públicas para a integração de crianças imigrantes e refugiadas em escolas brasileiras”, contemplado pelo edital Pró-Humanidades do CNPq (2022-2024). Como metodologia, trabalhamos na perspectiva de investigação etnográfica que está sendo desenvolvida e tem por previsão de durabilidade de um ano. Fazem parte da investigação os abrigos para recepção dos imigrantes/refugiados estruturados pela Operação Acolhida e ONGs, na cidade de Boa Vista/RR. Estes espaços foram se intensificando e, no ano de 2023 temos no estado de Roraima 8 abrigos sendo 6 deles em Boa Vista (Pricumã, Rondon 1, Rondon 2, Rondon 5 e os abrigos indígenas do Jardim Floresta e Waraotuma a Tuaranoko) e 2 deles em Pacaraima (BV-8 e o abrigo indígena Janokoida).  No contato com os abrigos em Boa Vista/RR, a primeira etapa pautou-se na entrevista com os coordenadores dos abrigos e, a partir disso, a elaboração de um mapeamento das ações culturais/artísticas que são desenvolvidas nestes espaços. Na sequência serão acompanhadas essas ações culturais/artísticas e realizadas investigações com os formadores, com as crianças e jovens participantes bem como com seus representantes familiares.

Oficina de Pintura com crianças venezuelanas no
Abrigo Pricumã - Boa Vista/ RR
Oficina de Pintura com crianças venezuelanas no Abrigo Pricumã - Boa Vista/ RR
bottom of page